EMPRESA NACIONAL DESENVOLVE O PRIMEIRO SEMÁFORO MÓVEL SOLAR DO PAÍS

Agronegocio

O sistema evita acidentes nas fazendas e nas estradas e tem autonomia permanente. Na ausência total de sol funciona normalmente durante sete dias e sete noites consecutivas

Durante a colheita de cana de açúcar é comum acontecer acidentes graves com os treminhões, quando eles saem das estradas vicinais para acessar as vias e rodovias de maior velocidade. Com o objetivo de evitar esses acidentes a empresa paulista, Damata Solar, desenvolveu o Semáforo Móvel Solar, um equipamento para ser utilizado em locais onde não há energia elétrica e que permite a manobra com facilidade e rapidez por ser leve e de fácil instalação.

Além de proporcionar uma luminosidade maior que os sinalizadores convencionais, seu sistema solar amarelo piscante tem autonomia permanente e, na ausência total de sol, ele se mantém em pleno funcionamento por sete dias e sete noites consecutivas, aumentando a segurança em locais onde não há energia elétrica.

Além da aplicação em fazendas e agroindústrias, existem inúmeras possibilidades de uso, como para reduzir a velocidade de veículos em pontos de fiscalização, em estreitamento de pistas por obras ou acidentes, nas áreas escolares, no acesso a estacionamentos de eventos, aeroportos, portos e outros locais que necessitem de maior atenção dos motoristas.

O diretor da Damata Solar, João da Mata Ribeiro Neto, conta que o semáforo móvel solar surgiu da necessidade de uma agroindústria. “Devido a um acidente que havia ocorrido em suas dependências por falta de sinalização, em uma área desprovida de energia elétrica, a empresa nos pediu uma solução. Para resolver o problema desenvolvemos dois semáforos solar de 300 mm, um pouco maior do que os convencionais. Nesse caso a empresa fez a instalação fixa para os equipamentos, que estão sendo usados até hoje”.

Ele conta ainda que depois disso, ao passar por uma ponte interditada para obras na zona oeste da cidade de São Paulo, onde havia um semáforo amarelo piscante, quis saber como funcionava. “A pessoa que estava cuidando do trânsito no local respondeu que por conta do consumo de bateria o equipamento não ficava ligado durante o dia, e que só funcionava à noite. Este foi o start para que eu desenvolvesse o semáforo amarelo piscante solar e móvel, justamente para atender essa demanda de obras, fazendas, acidentes em rodovias. Criamos um equipamento tão prático que a montagem e desmontagem não demora cinco minutos, e pode ser transportado em todos os tipos de veículos e instalado por qualquer pessoa”, explica.

SOBRE A DAMATA SOLAR

A Damata Solar atende segmentos de sinalização de segurança Aérea, Marítima e Terrestre, seu rol de clientes agrega grandes empresas nas áreas de agroindústria, navegação de cabotagem, concessionárias de rodovias, mineradoras, entre outras. A expertise da equipe técnica é voltada às demandas específicas dos clientes que, além da comercialização de produtos de sinalização, se dedica à criação de produtos sustentáveis, com foco na energia solar por meio do desenvolvimento de projetos personalizados. Outro produto desenvolvido pela empresa e que também contribui para uma sinalização eficiente e segura é a Biruta de Vento Solar usada em mineradoras, aeródromos de fazendas e localidades que não possuem rede elétrica.

Anuncio patrocinado

Patrocinado

::. Covid-19 : Prefeitura de Bauru interdita supermercados lotados no interior de SP
::. Covid - 19 : Estado de SP tem novo recorde de mortes relacionadas à covid-19
::. Vacinação H1N1 : Vacinação contra H1N1 para idosos volta nesta quarta (1º) em Itapetininga
::. Covid-19 : Trump estende isolamento social por coronavírus nos EUA até 30 de abril
::. Covid-19 : Caminhoneiros dizem que ficarão em casa para preservar saúde
::. Decreto : Decreto Diocesano suspendem Celebrações Publicas até final de Abril
::. COVID-19 : Região de Itapetininga tem 23 casos suspeitos de coronavírus
::. COVID-19 : Mais casos em Itapetininga
::. Crise : Governo publica MP que libera R$ 5 bilhões para conter coronavírus
::. coronavírus : Brasil registra 73 casos de coronavírus nesta quinta

© Copyright 2019 Folha de Itapetininga - Todos os direitos reservados - Criado DM